Case QlikView TCE-RS: Eficiência na Auditoria Pública

14/11/2014 - por eduardo-corsi

iMaps Governo

O TCE-RS atua sobre os responsáveis que utilizam, arrecadam, gerenciam ou administram o dinheiro público no Estado e nos municípios. A instituição é composta por conselheiros e por servidores, dentre eles os auditores públicos externos que executam o trabalho de fiscalização, realizando auditorias e instruindo os processos de contas, de governo e de gestão, e de atos de pessoal do Estado do Rio Grande do Sul e seus municípios.

No TCE-RS o QlikView foi adquirido para apoiar os processos de auditoria. A primeira aplicação desenvolvida teve como foco as contas públicas municipais (R$ 25,4 bilhões auditados em 2013), cruzando informações de pelo menos 1,18 milhões de arquivos recebidos de 497 munícipios do Estado. O grande desafio do projeto foi desenvolver uma aplicação que servisse tanto para os auditores públicos externos atuando em campo, quanto para o Centro de Gestão Estratégica de Informação para o Controle Externo (CGEX) e para a Coordenação-Geral do TCE-RS.

img_tce

Diante desse desafio, era indispensável também que os dados pudessem ser analisados em uma aplicação offline, isso porque as auditorias são realizadas muitas vezes em localidades isoladas e a falta de conexão com a internet não poderia ser um limitador do trabalho. A nova ferramenta permite ao auditor ir a campo com todas as informações necessárias ao seu trabalho concentradas num único local, assim como realizar novas cargas no momento da auditoria in loco, mesmo que em alguns municípios existam cargas de milhões de registros.

Segundo a Toccato e a iMaps, que possuem uma área especializada para atendimento a governo devido a necessidade de conhecimento do negócio, o ganho de velocidade nas análises impressionou o cliente. A aplicação destacou-se pela facilidade de carga e disponibilização de dados, bem como pela melhoria na apresentação gráfica dos dados, o que possibilita ao auditor analisar as informações durante o processo de auditoria de forma facilitada e com ganho de tempo. O auditor pode criar suas próprias análises em questão de minutos.

Segundo a Diretoria-Geral do TCE, a próxima missão da Supervisão de Informática do TCE , em parceria com o CGEX, é automatizar as auditorias utilizando o QlikView. Cada trilha de auditoria detectada em um órgão jurisdicionado vai ser armazenada em um banco de regras centralizado. Com base nestes metadados, o QlikView poderá rastrear automaticamente mais de mil instituições em busca de recorrências daquele tipo de irregularidade. Com esse apoio tecnológico, os auditores vão poder priorizar as instituições com mais indícios de fraude e contribuir significativamente para a sociedade como guardiões dos recursos públicos.

 

Baixe este e outros cases em nosso CASEBOOK e descubra como a iMaps ajudou a transformar a realidade de diversas empresas e instituições ao longo de 5 anos de história com QlikView!

BAIXE AQUI!