Case QlikView MPPR: 5 projetos em 43 dias

27/01/2015 - por eduardo-corsi

iMaps Governo

O Ministério Público do Estado do Paraná,  por destinação constitucional, defende aquilo que é inerente ao direito de todos os cidadãos, por isso muitos doutrinadores o chamam de “defensor do povo”.

É uma instituição independente que cuida da proteção das liberdades civis e democráticas buscando, com sua ação, assegurar e efetivar os direitos individuais e sociais indisponíveis, como sua missão constitucional (v. art. 127, da Constituição Federal).

O departamento de Tecnologia do  Ministério Público do Paraná buscava uma plataforma de Business Intelligence para atender as necessidades de seus procuradores da área criminal e gestores da área de planejamento. A expectativa da equipe de TI era encontrar uma ferramenta poderosa e que permitisse entregas rápidas aos clientes da TI.

foto_mppr

As capacidades de integração com as ferramentas Google,  em especial o Google Maps, além de conseguir carregar um grande volume de dados eram fundamentais para o projeto que a área de tecnologia precisava entregar.

Mas, o maior desafio ainda estava por vir: durante a fase de planejamento do projeto identificou-se a necessidade de se desenvolver 5 Apps QlikView em menos de 75 dias. Com uma estratégia muito bem definida pelo CIO, o Sr. José Henrique, as equipes da iMaps, especialista em Aplicações para Ministérios Públicos, da Toccato e da TI do Ministério Público do Paraná montaram uma sala de guerra para o projeto e trabalharam de forma integrada durante 43 dias.

“Na primeira semana do projeto uma aplicação já estava totalmente entregue e em 43 dias todas as 5 Aplicações estavam incrivelmente entregues.”

O projeto contou com 1 Arquiteto QlikView, 1 Programador QlikView e 1 Analista de Negócios do MPPR (PartTime) e Analista de BI do MPPR (PartTime). Entre as aplicações desenvolvidas destaca-se a Aplicação denominada: Mapa do Crime, que dá a possibilidade dos procuradores de justiça analisarem, de forma detalhada, a atuação e o perfil de criminosos, além de investigar indícios de crimes no estado do Paraná.

Devido a velocidade de desenvolvimento da ferramenta, o MPPR pretende expandir a utilização para todas as áreas da instituição muito em breve.

“A velocidade e a capacidade de análise de dados que ganhamos com QlikView foi algo que nunca vimos.”

Baixe este e outros cases em nosso CASEBOOK e descubra como a iMaps ajudou a transformar a realidade de diversas empresas e instituições ao longo de 5 anos de história com QlikView!

BAIXE AQUI!


Notícias e vídeos relacionados